Levantamento da Consominas busca entender prática pesqueira na Lagoa da Pampulha

Levantamento da Consominas busca entender prática pesqueira na Lagoa da Pampulha
2 anos atrás

A realidade dos pescadores na Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte-MG, é o ponto de partida de um novo levantamento de dados que será feito pela Consominas. A forma como a atividade se dá no local, a periodicidade e os motivos que levam as pessoas à prática ali, se para consumo próprio ou comércio, são informações fundamentais. Isso porque elas fornecem a base para a elaboração de ações de Educação Ambiental visando atingir esse público, uma vez que a pesca não é regulamentada pela Prefeitura de Belo Horizonte na região atualmente.

O Levantamento

A metodologia a ser usada no levantamento de dados inclui a aplicação de questionários pessoalmente com os pescadores. No total, 15 perguntas serão feitas aos entrevistados buscando refletir a percepção ambiental deles acerca das obras que ocorrem na Lagoa da Pampulha e acerca das próprias condições da pesca. Ao final da aplicação, um cadastro desses pescadores será feito para sistematizar os dados levantados.

A previsão é iniciar o levantamento na próxima semana. Todas as informações vão ajudar a Consominas a traçar as melhores estratégias para a conscientização desse grupo sobre os riscos e consequências da atividade no local.

O levantamento faz parte do Programa de Comunicação e Educação Ambiental executado pela Consominas em toda a Bacia Hidrográfica da Pampulha. Esse Programa, por sua vez, integra o projeto de Monitoramento Ambiental realizado pela Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura (SMOBI) da Prefeitura de Belo Horizonte e Superintendência de Desenvolvimento da Capital (SUDECAP).

Assine a nossa newsletter e acompanhe todas as ações do Programa na Bacia Hidrográfica da Pampulha.