Como a Consominas promove Educação Ambiental na Bacia do Rio Paraíba do Sul

Como a Consominas promove Educação Ambiental na Bacia do Rio Paraíba do Sul
3 anos atrás

Promover o desenvolvimento sustentável e o respeito ao meio ambiente é dever de todo cidadão. E a Consominas é parceira nessa causa! Em 2015, a empresa venceu licitação da Associação Pró-Gestão das Águas da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (AGEVAP) e deu início a um trabalho importantíssimo: oferecer cursos de capacitação em projetos de Educação Ambiental entre os 184 municípios integrantes da Bacia e acompanhar a implantação dos melhores programas.

A Bacia do Rio Paraíba do Sul drena uma das regiões mais desenvolvidas do país ao abranger parte do estado de São Paulo (Vale do Paraíba Paulista), parte do estado de Minas Gerais (Zona da Mata Mineira) e metade do estado do Rio de Janeiro. Sua área total é de cerca de 60.000 km². Apesar de abastecer a população por onde passa, a Bacia sofre com o despejo de esgoto em todo o curso d’água e em fundos de vale. Isso causa contaminação e desequilíbrio da fauna e flora locais.

Outro grave problema é a degradação da Área de Preservação Permanente (APP) pela ação humana que impacta nos afluentes do Rio. É nesse contexto que a Consominas assumiu o desafio de mobilizar a sociedade em torno de práticas conscientes de uso da água e recuperação das áreas danificadas da Bacia.

Educação ambiental a distância

Para cumprir o papel de oferecer uma Educação Ambiental com excelência, a Consominas organizou uma plataforma virtual de ensino (via moodle) e disponibilizou equipe com especialistas na área. Os cursos foram produzidos em 60 módulos com duração total de 40 horas divididas entre aulas presenciais e à distância. O grande diferencial desses cursos foi a qualificação oferecida a gestores municipais para que pudessem escrever, eles mesmos, um projeto de Educação Ambiental a ser implantado nos municípios onde estão inseridos.

As inscrições na plataforma chegaram a 79, entre representantes de municípios e dos Comitês que integram a Bacia do Rio Paraíba do Sul. No balanço final, 5 projetos foram aprovados como oportunidades de mudança da realidade ambiental para a qual foram destinados: os referentes aos municípios de Resende, Rio Claro e Barra Mansa (no Rio de Janeiro); Queluz e São José dos Campos (em São Paulo). Atualmente, a Consominas fiscaliza a implantação desses projetos nos municípios.

A tutora e mobilizadora social da Consominas, Flavianne Cristinne, explica que algumas situações dificultaram a adesão dos gestores: “Muitos municípios deixaram de dar continuidade aos projetos por causa da mudança de gestão após as eleições de 2016. Questões burocráticas das Prefeituras também impediram que os municípios conseguissem se adequar para o recebimento dos recursos da AGEVAP”.

Livro de boas práticas

A oferta de Educação Ambiental no país tem uma importância tão grande que é inclusive garantida pela Lei Federal 9.795/1999. Pensando nisso, a Consominas está produzindo um livro com as melhores práticas desse projeto nos municípios da Bacia do Rio Paraíba do Sul. O documento ainda pode ser modelo para outros projetos de Comitês de Bacias Hidrográficas, além de um estímulo à replicação das ações de cuidado com o Meio Ambiente nos demais municípios.

A contratação da Consominas

O projeto de Educação Ambiental com foco em recursos hídricos é uma demanda do Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (CEIVAP) e da AGEVAP. O encerramento ocorreu em 2018.